Blog

A arte e a ciência do gerenciamento de projetos de TI

Existe uma diferença entre conhecer o caminho e caminhar por ele (Morpheus – The Matrix)

 

Durante muito tempo consegui me afastar do gerenciamento de projetos de TI, mas as voltas da vida estão me levando novamente para essa área. Para a minha surpresa, os problemas em projetos de TI que vivenciei no passado ainda continuam, não somente mudaram de endereço, se não que também se modernizaram com a realidade das empresas, onde a velocidade é a característica marcada pela globalização.  O que em projetos significa “você deve fazer mais rápido”, principalmente quando a solução tecnológica é, além das entregas, um recurso necessário para a operacionalização do projeto. 

A grande maioria das empresas expressa frustração com relação ao progresso alcançado em matéria de Tecnologia da Informação. Os problemas mais freqüentes foram e ainda são:

 

1 – Atraso nos projetos, com custos acima do planejado.

2 – Muitos projetos são finalizados e não atendem os requerimentos dos usuários.

3 – Os que terminam de forma bem sucedida geraram um alto stress, tanto com pessoal técnico quanto com os usuários, e requereram muito trabalho em tempo extra.

 

Para minimizar ou evitar estes problemas, as organizações de TI adotaram disciplinas de gerenciamento de projetos que lhes permita se antecipar às dificuldades.  Embora os resultados destas experiências sejam satisfatórios, é importante destacar que o fato de adotar uma disciplina de gerenciamento de projetos, não evita que os projetos enfrentem problemas ou que os riscos desapareçam.  

 

As técnicas de gerenciamento de projetos permitem coordenar eficientemente os recursos, com a finalidade de alcançar os resultados previstos.

 

Mas é importante entender que a gerência de projetos não é uma ciência exata e que de nenhuma maneira, existe garantia de sucesso, pois sobre cada projeto pesam diferentes elementos de risco e incerteza que nunca podem ser controlados totalmente.

 

A gerência de projetos é, em certa forma, uma arte que requer imaginação, flexibilidade, criatividade e capacidade de antecipação para ter sucesso. Adicionalmente, um Gerente de Projetos terá sucesso dependendo de sua habilidade para lidar com pessoas, do bom senso, competências interpessoais e uma aguçada intuição.

 

Gerenciar um projeto com eficácia requer dedicação e tempo durante toda a vida do projeto, resolvendo problemas rapidamente, evitando trabalhar em áreas fora do escopo do projeto, antecipando riscos antes que os problemas façam crise, mantendo os esforços na direção correta, assegurando a qualidade de cada produto.

 

Muitas pessoas consideram que a gerência de projetos somente incorpora burocracia, porque a complexidade e as características de um projeto não mudam pelo fato de utilizar uma técnica formal de gerência. Porém, uma boa gestão pode mudar a forma de resolver os problemas, a medida que os fatos sejam:

 

– Se um projeto enfrentará problemas, é preferível resolve-los proativamente, antes de ocorrerem ou produzirem uma crise.

– É preferível conseguir uma comunicação produtiva com todas as partes interessadas que sofrer conflitos causados pela falta de informação.

– É preferível gerenciar o escopo do projeto, ao invés de deixar que o escopo seja gerenciado sem disciplina;

– É preferível construir um produto de qualidade desde o início, que corrigir falhas no andamento, com o correspondente impacto nos custos.

 

Algumas pessoas afirmam que, gerenciamento de projetos é a arte de criar a ilusão de que qualquer resultado obtido é produto de uma série de atividades preparadas cuidadosamente e executadas com precisão; quando na realidade é produto da casualidade e da boa sorte. A experiência tem demonstrado que terão melhor sorte aqueles projetos em cuja condução se aplique uma boa metodologia de gerência de projetos, criando um ambiente de trabalho, – disciplinas, técnicas e procedimentos -, que permitam aumentar as possibilidades de sucesso, e permitam enfrentar os problemas de forma ordenada e produtiva.  

Compartilhe esse post:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Publicações

Categorias

_

Tags

Rolar para cima