Blog

Certificação PMP, mais dicas para quem quer chegar lá

Felipe conta sua recente experiência no caminho para a Certificação.

Felipe de Paulo Rodrigues,PMP, certificou-se recentemente e compartilha conosco suas experiências. Ele faz parte, junto comigo e outros voluntários, da equipe e-news do PMI São Paulo.

1 – Qual é a sua formação, atualmente qual é seu trabalho e área de atuação e quando se certificou?

Sou graduado em Ciência da Computação pela Universidade Nove de Julho, pós-graduado MBA em Gerenciamento de Projetos, pela FIAP. Atuo ha mais de 6 anos na área de TI e atualmente trabalho como Analista de Negócios na Brink´s ePago Tecnologia. Certificado PMP® desde 23 de Junho 2009 e ITIL Foundations.

2 – Como tomou conhecimento das melhores práticas de Gerenciamento de Projetos e o que motivou para se certificar?

Tomei conhecimento através de palestras realizadas em uma empresa que trabalhei ha algum tempo atrás também na área de tecnologia de informação, havia nesta empresa em GP uma pessoa já certificada que realizava palestras básicas sobre o assunto.

3 – Qual metodologia aplicou e em quanto tempo se preparou?

Planejei meus estudos baseando pela áreas de conhecimento, conforme estudava e realizava simulados, acabava intensificando mais em uma área de conhecimento, conforme desempenho obtido. Preparei-me basicamente durante 4 meses e intensifiquei os estudos nos últimos 2 meses, entre 1 e 2 horas por dia.

4 – Qual foi a bibliografia utilizada?. Quais livros considera que ajudaram mais para passar a prova?

O PMBOK® Guide

O livro PMP® Exam Prep Four Edition – Rita Mulcahy

Software de simulação para o exame FASTrack® (Inglês) – Rita Mulcahy

Gerência de Projetos – Guia para o Exame Oficial do  PMI® – Kim Heldman

5 – Fez algum curso adicional de preparação para a certificação?

Não realizei nenhum curso preparatório.

6 – O que você fez nos dias prévios a prova?

Estudei os pontos que estava obtendo as menores pontuações nos simulados.

7 – Como foi a prova e qual considera que foi o nível de complexidade? Como gerenciou o tempo de execução?

Considero de alta complexidade e conforme se avança nas questões a complexidade aumenta e isso se misturando com cansaço físico e mental.

Com 2 horas de prova realizei uma parada de 15 minutos, respirei um ar e voltei para terminar a prova.

8 – Conforme a sua experiência, o que você recomendaria para os futuros PMP’s?  O que você não recomendaria?

Recomendo:

Estudem muito, façam muitos simulados e mantenham a freqüência de estudos, pois a certificação não é fácil.

Não Recomendo:

Tentar realizar a prova com um percentual nos simulados muito próximos do limite aceitável, pois no dia além das questões de alta complexidade temos o fator nevorsismo que pode atrapalhar muito.

9 – A certificação teve alguma influencia no seu trabalho atual?

Sem dúvida a visão dentro da empresa mudou, a empresa se sente mais segura para gerenciar projetos com maior profissionalismo. E atualmente estou liderando a implantação de um PMO na área de T.I.

10 –  Quais seus planos futuros?

Pretendo realizar o  Mestrado em Administração de Empresas.

PMI, PMP e PMBOK são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

Compartilhe esse post:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Publicações

Categorias

_

Tags

Rolar para cima