Blog

Palestra 14SIGP – Liderando pessoas em Cenários Instáveis (Ricardo Vargas)

Por Maria Angélica Castellani 

Recentemente participei do 14˚ Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos, realizado pelo PMI São Paulo. A palestra de abertura do Seminário do dia 9-11 foi realizada pelo carismático e sempre excepcional Ricardo Vargas. O tema foi: “Liderando pessoas em cenários instáveis”.

Ouvir mais uma palestra e além disso aprender com a experiência, foi um momento ímpar. Passo para vocês um breve resumo.

O Ricardo contou um pouco a história da sua vida, da sua educação, do que se esperava dele. Foi educado para ter uma vida o mais estável possível.

Ele disse, que a vida real não tem necessariamente uma estabilidade, está muito mais relacionada com a tempestade. A maioria das pessoas vêm isso de uma forma ruim, e pensa que se estabilizará em algum momento.

Mas a realidade é que possivelmente nunca aconteça. Ele nunca viu o Brasil estável na sua vida, e reforça que volatilidade é tudo.

No seu trabalho atual nas Nações Unidas, lida com os desastres que afetam a milhares de pessoas no mundo todo, e comentou que há dois anos atrás ninguém sabia da existência do exército islâmico.

Nessa realidade, como os Gerentes de Projetos podem usar as habilidades adquiridas nessa profissão? Disse que o mais maravilhoso que tem nossa profissão, é essa natureza temporária. E cresceu muito porque as coisas são infinitamente mais instáveis.

Então na sua juventude já começou a se questionar o que poderia aproveitar de toda essa instabilidade e desigualdade.

Muitas vezes as pessoas adoram colocar a responsabilidade do fracasso nos outros, mas dificilmente se culpam a si mesmos.

Estudou, começou a ser empresário cedo, e disse que você deve estar disposto a correr o risco da crítica, porque faz parte do negócio. Devemos utilizar nosso conhecimento em Gerenciamento de Projetos para facilitar, organizar e mitigar riscos em nossa vida pessoal.

Hoje ele vive em dois mundos diferentes. O mundo da cidade onde mora, Copenhague, capital da Dinamarca, cidade sem violência, um lugar com um dos mais altos Índices de Desenvolvimento Humano do mundo e por outro lado os devastados países dominados pelo exército islâmico, na Síria e Iraque, entre outros, onde tudo é destruição, desolação e morte. Lugar onde teve grande aprendizado com pessoas que nada tem, pois perderam tudo. Fatos que marcaram muito sua vida.

Na sua visão depois de toda essa experiência sugere 5 dicas fundamentais para lidar com a instabilidade:

1 – Velocidade é tudo.

  • Mude rápido
  • Erre rápido
  • Corrija rápido

Se adaptar as diferentes circunstâncias rapidamente.

2 – Feito é melhor do que perfeito.

Faça e entregue, não fique esperando a perfeição, ela pode não existir.

3 – Nunca espere a estabilidade para agir.

Entregue benefícios assim que possível.

4 – Pense no longo prazo, mas atue no curto prazo.

Tempo e agilidade é fundamental.

5 – Priorize.

Devemos saber o que fazer primeiro.

E como mensagens finais indicou:

“A estabilidade e a instabilidade caminham juntas.”

“O nosso posicionamento é o que direciona o quanto aproveitar dessa volatilidade.”

“Liderar é absorver a instabilidade como forma de trabalho.”

Espero que tinha sido útil para você!

Participou do evento? estava na palestra? Acrescente nos comentários deste post a sua opinião para o crescimento de todos nós!

Segue uma lembrança desse dia. Até breve!

Ricardo-Vargas-14SIGP

 

Gostou?? Compartilhe!!

 

Compartilhe esse post:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Publicações

Categorias

_

Tags

Rolar para cima